Enterro da Gata '17 | Quinta, 18 de maio

As Monumentais Festas do Enterro da Gata 2017 estão a chegar ao fim, mas os estudantes continuam a encher o Gatódromo. Ontem, quinta-feira, assistiu-se a mais uma noite cheia de momentos de boémia e de euforia. Puro L, Dillaz e Beatbombers foram os anfitriões da noite. Os grupos culturais Azeituna, Grupo Folclórico da Universidade do Minho e o Grupo de Música Popular (que atuaram em conjunto) abriram o palco. 

No sexto dia do Enterro da Gata, o Grupo Folclórico da Universidade do Minho e o Grupo de Música Popular atuaram juntos para uma plateia, ainda reduzida. A música tradicional inaugurou assim o palco desta quinta-feira. De seguida, a Azeituna marcou o passo com músicas de estilo tradicional português, pop e rock nacional e música popular brasileira. Um espetáculo dinâmico e interativo, que foi aquecendo o público para o que restava da noite.

Mais tarde, e já com o recinto mais preenchido, Puro L subiu ao palco do Enterro da Gata. Começava assim uma noite de hip-hop. Temas como “A Tua Amiga” e a “Pausa do Bronx”, lançados em 2015, fizeram levar o público apaixonado pelo hip-hop português à loucura. Depois de pisar vários palcos nacionais, Daniel, ou Puro L, atuou pela primeira vez para os estudantes minhotos.

A plateia foi enchendo cada vez mais. Com um público ao rubro e sempre a chamar pelo rapper, Dillaz subiu ao palco pela primeira vez no Enterro da Gata. Juntamente com os seus colegas, o rapper cantou vários singles dos primeiros anos dele. Pelo meio, apresentou as músicas do seu primeiro álbum Reflexo em 2016. “Mo Boy”, “Não sejas agressiva”, “Sr. Presidente” e “Protagonista” fizeram as monumentais festas respirarem verdadeiramente o hip-hop nacional. As expectativas foram superadas e a plateia estava cheia, considerada uma das maiores enchentes desta semana.

Por último, chegaram os Beatbombers. DJs desde 2003, Dj Ride e Stereossauro, são um dos nomes pioneiros de scratch em Portugal (para os menos entendidos é técnica de ‘arranhar’ o disco de vinil que está numa mesa de som). A dupla já sagrou-se bicampeã mundial, em 2011 e 2016. Durante a noite de quinta-feira, músicas do álbum Tuga Breakz foram apresentadas, bem como algumas misturas de músicas mais clássicas e de outras mais modernas. A loucura instalou-se na plateia e o jogo de luzes e de som fez acabar mais uma noite de forma incrível, no palco principal do Enterro da Gata.

O fim de mais uma noite estava perto, mas ainda havia tempo para os estudantes se reunirem à volta das barraquinhas e, de seguida, juntarem-se na tenda de eletrónica e na tenda da RUM. Enquanto o palco da tenda RUM estava assegurado pelos Kulture Brothers, a tenda eletrónica ficou enérgica com a atuação do DJ Big e, de forma mais interativa e para fechar, com os já conhecidos Meninos do Rio.

Hoje, o Enterro da Gata chega ao fim e, por isso, a festa será em grande! A Tun’ao Minho e a IPUM abrirão o sétimo dia, seguindo com a atuação de Bezegol e Gentleman.

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?