Kickboxing da AAUMinho dá KO e ruma ao título coletivo!

A equipa de Kickboxing da AAUMinho deu um passo de gigante rumo à revalidação do título nacional universitário ao conquistar 14 medalhas (3 de ouro, 4 de prata e 7 de bronze) no Campeonato Nacional Universitário (CNU) de Light Kick que se realizou em Vila Real. Com este resultado os minhotos somaram 24 pontos, deixando a 14 de diferença a equipa da AAUBI que se classificou em segundo lugar.

Para lá do Marão mandavam os que lá estão… agora manda o Kickboxing da AAUMinho! Com mais uma prestação de excelência, algo a que nos tem habituado nos últimos anos, os minhotos foram a Vila Real dar um passo de gigante rumo ao primeiro lugar do pódio coletivo.

Com um total de 14 medalhas conquistadas, num total de 24 em disputa, dá para perceber, sem ser necessária grande contextualização, a qualidade do trabalho que se vêm desenvolvendo nesta modalidade na Academia Minhota.

Para Manuel Gomes, um dos dois responsáveis pelo Kickboxing na UMinho, que destacou o rácio das medalhas conquistadas, esta prestação da equipa “foi muito positiva”, sobretudo na vertente feminina onde as suas atletas “foram irrepreensíveis e não deram qualquer hipótese às adversárias”.

Das três medalhas de ouro conquistadas, duas foram através de Eduarda Vila-Chã (Engª Civil) e Carla Lima (Relações Internacionais). A outra medalha no feminino (bronze) veio pelas mãos (e pés) de Mariana Santiago (Ciências da Comunicação).

As restantes medalhas, uma de ouro, quatro de prata e seis de bronze, foram conquistadas respetivamente pelos seguintes atletas: Rui Martins (Mestrado em Física), Áureo Benedito (Ciências da Computação), Frederico Carvalho (Mestrado em Engenharia Informática), César Monteiro (Engenharia Eletrónica), Diogo Lourenço (Engenharia Informática), João Silva (Engenharia Eletrónica), Francisco Ramires (Engenharia e Gestão Industrial), João Costa (Engenharia de Polímeros), Pedro Oliveira (Gestão), José Araújo (Arqueologia) e Ricardo Leal (Engenharia Informática).

Pedro Vasconcelos, o outro líder do Kickboxing minhoto, também ele quis destacar a performance das atletas femininas, realçando ainda o espirito de equipa e companheirismo que se viveu: “Penso que o mais relevante a destacar será o facto dos nossos atletas terem sempre muito cuidado ao lutarem entre si, para que quem passasse para a fase seguinte não fosse para o próximo combate com mazelas, mostrando o grande espírito coletivo.”

Com este resultado, e ficando a faltar o CNU de Low Kick que se realizará em maio na cidade de Évora, a AAUMinho coloca-se numa posição privilegiada para revalidar o título alcançado em 2014/2015.

Fonte: SASUM
Fotografia: Nuno Gonçalves

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?