SC Braga/AAUM despede-se da Taça da Liga nas meias-finais

SC Braga/AAUM despede-se da Taça da Liga nas meias-finais

Daniel Azevedo/SC Braga/AAUM

O SC Braga/AAUM, após ter vencido o Módicus nos quartos-de-final, foi derrotado pelo Benfica nas meias-finais da Taça da Liga. Os lisboetas, que acabariam por vencer a competição, venceram os minhotos por 6-3, em Sines.

Após uma vitória suada diante do Módicus, obtida na marcação de grandes penalidades, os minhotos tinham pela frente o segundo classificado da Liga SportZone. A turma de Joel Rocha, que vencera o Belenenses por 1-3, tentou controlar as operações desde o apito inicial. Por sua vez, os bracarenses mostravam-se mais precavidos e oportunos, tentando explorar os erros defensivos do adversário.

Ironia do destino, foi através de uma falta de atenção na linha mais recuada dos nortenhos que surgiu o primeiro golo da partida. Na marcação de um livre, Robinho descobriu Deives Moraes, que apenas teve que encostar o esférico para o fundo das redes de Vítor Hugo. O SC Braga/AAUM não baixou os braços e conseguiu repor a igualdade três minutos depois. O brasileiro Cássio, aos 16 minutos, estava no sítio certo para restabelecer o empate na partida. Ainda antes do intervalo, o Benfica voltou a adiantar-se no marcador. O japonês Henmi, através de um esforço individual, conseguiu enganar o guardião bracarense e carimbou o 2-1, resultado que se manteve até ao fim do primeiro tempo.

No segundo tempo, o ritmo de jogo aumentou e surgiam oportunidades nas duas balizas. Só no minuto 21, surgiram dois golos: Deives bisou na partida com um remate de longa distância e André Machado, instantes depois, voltou a colocar a partida em aberto. Ainda antes da mesma hora, houve mais do mesmo: o Benfica voltou a colocar-se em vantagem, desta feita por Henmi (26’), mas os "Gverreiros" do Minho não tardaram em responder, com um golo de Marinho (28’).

A resistência minhota terminou nos últimos dez minutos, sucumbindo ao caudal ofensivo do adversário. Aos 32, Deives voltou a registar o seu nome na ficha de marcadores e, aos 38, Raúl Campos fechou as contas do marcador em 6-3.

O SC Braga/AAUM despediu-se, assim, da Taça da Liga de futsal nas meias-finais, neste que é o melhor registo da equipa na competição.

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?