Receção ao Caloiro 2017 | Dia 1

Passavam poucos minutos depois da meia noite, quando o grupo musical “os Kalhambeke” abriu a primeira noite de concertos da Receção ao Caloiro 2017.

Mas o dia começou bem cedo. O relógio marcava 10:00 quando os estudantes da Academia Minhota se começaram a fazer sentir pelas artérias da cidade de Guimarães.

A Latada é sempre um momento marcante tanto na vida daqueles que agora começam o seu percurso universitário como nos que agora vivem o seu último ano da vida académica. Com início marcado para as 14h, foi com o grupo de percussão da Universidade do Minho, os Bomboémia, que foram abertas as hostes do cortejo da Latada deste ano.

Após uma tarde de bastante calor e muita diversão, Ana Moreira, do curso de Educação Básica afirmou ter valido toda a espera pela apresentação, pois é um momento marcante na vida dos caloiros e segundo a mesma “são momentos como estes que fazem a Praxe valer a pena”.

Finda a Latada, todos os estudantes se começaram a preparar para a primeira grande noite da Receção ao Caloiro 2017.

Abertos os concertos pelo grupo “Kalhambeke”, que durante uma hora e meia horas divertiu, cantou e encantou o público, foi a vez de TOY subir ao palco e puxar pela comunidade estudantil. Com todas as peripécias e improvisos que só o artista português sabe fazer, foi durante 2 horas que o público vibrou e cantou algumas das músicas mais conhecidas, tais como "Rosa Negra", "Chama o António" e "Estupidamente Apaixonado".

Foi a meio do concerto que TOY anunciou MIEGSI como o curso vencedor da Latada 2017, fechando o pódio Engenharia Electrónica Industrial e Computadores e Enfermagem em 2.º e 3.º lugares respetivamente.

Acabada a primeira noite, é tempo recuperar energias para a próxima noite, com Quim das Remisturas e os grupos culturais a tomar conta da noite.

 

 

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?