Academia

Rui Oliveira toma posse como presidente da AAUM e “compromete-se com a comunidade académica”

Rui Oliveira toma posse como presidente da AAUM e “compromete-se com a comunidade académica”

O Salão Medieval da Reitoria da Universidade do Minho recebeu, esta sexta-feira, a tomada de posse dos três órgãos da Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM) para o mandato de 2020 (Direção, Conselho Fiscal e Jurisdicional e Mesa da Reunião Geral de Alunos). Depois da vitória nas eleições do dia 3 de dezembro, Rui Oliveira garantiu que os novos membros da AAUM estão preparados para se comprometerem com a comunidade estudantil.

A cerimónia contou com a presença de Rui Vieira de Castro, reitor da Universidade do Minho, Nuno Reis, presidente cessante da AAUM, Rui Oliveira, presidente eleito da AAUM para o novo ano, Valente de Oliveira, presidente do Conselho Geral da Universidade do Minho e ainda vários representantes de entidades civis.

André Cardoso ocupou o lugar anteriormente presidido por Sofia Alcaide na Mesa da Reunião Geral de Alunos e procedeu à condução da sessão. Já no Conselho Fiscal e Jurisdicional, João Rocha substituiu Vítor Campos no comando deste órgão. Rui Oliveira começou por fazer um balanço do trabalho desenvolvido todos os dias pela antiga direção, endereçando vários agradecimentos a Nuno Reis e a toda a equipa.

A importância da Educação em Portugal foi também um dos temas abordados por Rui Oliveira. “O Governo tem, assim, uma árdua e importante tarefa de reverter o constante atraso no que diz respeito às políticas do Ensino Superior, comparativamente com os seus parceiros Europeus”, afirmou Rui Oliveira, defendendo que o nosso país precisa de Ensino Superior gratuito. No discurso, o atual presidente da AAUM lembrou ainda que há um longo caminho a percorrer, visto que “a AAUM é, e será sempre, um projeto inacabado”.

O aumento do financiamento na Ação Social, a redução do valor das propinas e as despesas que os estudantes têm com a alimentação, transportes, alojamento e material escolar foram também mencionadas por Rui Oliveira.

O presidente eleito da AAUM aproveitou ainda para dirigir umas palavras à sua equipa e afirmou que a nova direção “está ciente da responsabilidade que é defender os legítimos interesses dos estudantes, alicerçada nos princípios da democraticidade, da representatividade e da independência”, relembrando que nenhum membro da Academia Minhota deve ser alheio ou indiferente para a AAUM. “Consolidar a remodelação da estrutura iniciada no mandato transato”, é um dos objetivos de Rui Oliveira e da restante direção.

Já o reitor da Universidade do Minho considerou que “o compromisso da AAUM com os estudantes foi sempre marca de água”. Rui Vieira de Castro desafiou ainda a nova direção para o desenvolvimento de iniciativas que promovam uma maior participação da comunidade académica, um obstáculo muito difícil de ultrapassar.

Após a tomada de posse, que reuniu centenas de estudantes no Salão Medieval da Reitoria, seguiu-se um jantar com todos os convidados no Restaurante Panorâmico da Universidade do Minho.