Desporto

Equipas da AAUM sem sorte no EUC Futsal 2019

Equipas da AAUM sem sorte no EUC Futsal 2019

No sétimo dia do European Universities Futsal Championship (EUC) 2019, as equipas da Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM) tiveram dois jogos de extrema importância para a luta dos lugares cimeiros. O azar bateu à porta das duas turmas minhotas, que elevaram bem alto o nome da academia. Destaque para a formação masculina, que perdeu a oportunidade de vingar o troféu perdido nos Jogos Europeus Universitários de Coimbra.

O conjunto feminino foi o primeiro a entrar em prova. A equipa de Luís Silva entrou da melhor maneira na partida, concretizando três golos sem resposta para as croatas. Com uma diferença confortável, as minhotas começaram a sonhar com as meias-finais. Telma Pereira, Márcia Ferreira e Elsa Ferreira foram as marcadoras dos golos das minhotas. No entanto, a Universidade de Zagreb não desistiu do encontro e deu a volta ao resultado ainda antes do intervalo. As duas equipas recolheram aos balneários com o placard a registar o resultado de 4-3 a favor da equipa da Croácia.

Nos últimos 20 minutos, a AAUM utilizou as armas todas para recuperar a vantagem. A controlar a posse de bola, a formação minhota não foi o suficientemente eficaz para colocar a bola dentro dos postes. A equipa feminina deitou a tolha ao chão quando já perto do final da partida, a Universidade de Zagreb aumentou a vantagem, o que ditou o resultado de 5-4 desfavorável ao conjunto do Minho.

Ao final da tarde, a equipa minhota defrontou a Universidade Nacional de Karazin Kharkiv para tentar alcançar um lugar na grande final. Os pupilos de Anselmo Calais começaram a partida da melhor maneira, abrindo a contagem por intermédio de Alexandre Ribeiro. Após o remate falhado no cara a cara com o guarda-redes ucraniano, o capitão minhoto aproveitou a recarga e meteu os no comando do encontro. Ainda assim, os ucranianos continuaram na sombra dos anfitriões e não tardaram a igualar a partida.

A equipa da casa não tirou o pé no acelerador e assumiu novamente a dianteira do marcador. João Rodrigou recebeu bem e rodou para o segundo golo dos minhotos. A vantagem do Minho não demorou muito. A equipa da Ucrânia continuou com o pé no acelerador e empatou o encontro a poucos minutos do intervalo. Na segunda metade do jogo, a AAUM entrou a pensar no golo. Contudo, algumas distrações defensivas levaram a Universidade Nacional de Karazin Kharkiv a controlar o marcador pela primeira vez na partida.

Os minutos começaram a passar cada vez mais rápido, tendo os Gverreiros do Minho a difícil tarefa de correr contra o tempo e contra o resultado. Com o objetivo de chegar à igualdade, Anselmo Calais lançou João Abreu para o lugar de guarda-redes avançado. A superioridade numérica não foi o suficiente para os minhotos mexerem as redes da baliza da Ucrânia. Os minhotos ainda tentaram levar a partida para as grandes penalidades, só que o guardião ucraniano parou todas as investidas da equipa da casa. O jogo terminou com o marcador a assinalar o resultado de 3-2.

Com este resultado, a equipa masculina perde a oportunidade de estar presente na grande final e vai disputar o terceiro e quarto lugar da competição. O jogo decorre na próxima terça-feira, às 14h30, no Complexo Desportivo da Universidade do Minho, frente à Universidade de Jaén. Já a equipa feminina regressa à competição amanhã, tendo pela frente a Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia. A luta pelo quinto lugar está marcada para as 18h, no Altice Fórum Braga.